Vermes são encontrados em salgados de Padaria de Marataízes. Veja o Vídeo!

Consumidor encontra salgados com larvas em Marataízes
Consumidor encontra salgados com larvas em Marataízes

Vermes foram encontrados em salgados de uma padaria em Marataízes, um consumidor que comprou uma embalagem com pãezinhos de presunto com queijo e um pastel se surpreendeu ao chegar em casa e ver as larvas se movimentando dentro da embalagem.

Veja o vídeo

É possível que as larvas sejam de moscas que pousam nos alimentos, já que não é incomum a presença de moscas em locais com alimentos.

Não se sabe se os alimentos foram embalados logo após terem sido preparados ou se eles ficaram no balcão de exposição da padaria que trabalha com sistema de balança.

A presença das larvas em alimentos é um claro sinal de que os mesmos não estão prontos para consumo. Os consumidores devem se ater não apenas a validade impressa nas etiquetas, mas também a aparência dos alimentos.

O consumo de larvas de moscas podem causar infecções intestinais e em casos mais graves de contaminação alimentar levar até a óbito quem ingerir esses produtos.

Entramos em contato com o Coordenador de Vigilância Sanitária de Marataízes, Ayub Nassar Fraga que informou mantém vigilância diária em todos os comércios que vendem alimentos, porém se os consumidores flagrarem fatos como esse devem denunciar através do telefone (28) 3532-1876.

O QUE DIZ A VIGILÂNCIA SANITÁRIA

“Em casos de desconformidade com as regras de vigilância sanitária os munícipes ou turistas devem denunciar, pois retornamos ao local para uma nova vistoria, se procedente a denúncia, aplicamos multas ou até mesmo a interdição do local. Nosso departamento fica no prédio da secretaria de saúde na Cidade Nova em Marataízes.” Disse Ayub Nassar.

PROCON

Enviamos o vídeo para o Procon de Marataízes para saber como o cliente deve proceder nesses casos, porém até o fechamento dessa matéria o vídeo ainda não tinha sido visualizado.

PROPRIETÁRIO NÃO ATENDEU NOSSA LIGAÇÃO

Também entramos em contato com o proprietário da padaria, porém nossas ligações não foram atendidas. Deixamos mensagem de voz na caixa postal e até o fechamento dessa matéria não tivemos nenhum retorno.

Veja o vídeo com a tentativa de contato com o proprietário da padaria.

OBS: O vídeo foi gravado em dezembro por uma família que prefere não se identificar por medo de represálias e somente foi enviado à nossa equipe na noite do dia 20.

O produto foi trocado, porém o fato do mesmo estar estragado é verídico. Tanto que os proprietários trocaram e abafaram o caso, mas o vídeo antes da devolução já havia sido feito e guardado.

Ele somente veio à tona depois do escândalo dos constrangimentos com a catraca que barrava as pessoas, dando a entender que os clientes queriam dar calote ao estabelecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + onze =