Pescadores de Marataízes recebem carteiras profissionais

Vinte pescadores de Marataízes da Colônia de Pesca Z-8 Nossa Senhora dos Navegantes município receberam, na manhã desta quinta-feira (21), no Palácio das Águias, concluíram o curso gratuito de Formação de Aquaviários – Pescador profissional Nível 1, e receberão suas carteiras profissionais POP.

A carteira é o documento oficial que tira os profissionais da informalidade e permite que eles possam pescar e fazer embarcação marítima ou fluvial, devidamente documentado, em qualquer parte do Brasil.

Segundo Marcoli Marvila, presidente da Colônia Z-8, a realidade mudou e muitos pescadores estão buscando legalização, mas ainda há muitos sem a devida documentação “Estou orgulhoso de cada pescador pela dedicação em um documento dessa natureza, porque agora estão habilitados para pescar tanto nas nossas águas interiores, como nas águas marítimas. Vocês são exemplos no setor da pesca. Agradeço ao prefeito Tininho, por sempre abraçar a pesca e os vereadores Neinho e Andrezinho, por todo apoio prestado aos pescadores de Marataízes.” – destacou o presidente, afirmando que a entidade agora fica mais fortalecida.

Representando o prefeito Tininho Batista, o superintendente de Gestão Administrativa, João Antônio Neto frisou o avanço nas buscas por políticas públicas para o segmento e que o poder público tem se posicionado de forma parceira. Parabenizou os pescadores pela determinação e dedicação nos 15 dias de capacitação, destacando o índice zero de evasão durante o curso e destacou a parceria da Marinha do Brasil, sempre prestativa e atuante em outras atividades no município.

Dentre os pescadores que receberam suas cadernetas profissionais destacamos a presença de uma mulher, a Fabíola Batalha de Boa Vista do Sul, pescadora há 17 anos ela elogiou o curso e diz que o desafio não é pescar, mas conciliar a vida de dona de casa, esposa, mãe de dois filhos e o ofício da pesca, mas que quando se faz o que gosta sempre acaba dando tudo certo.

Segundo ela, a jornada começa bem cedo e diz que prefere pescar peixes menores na lagoa de Boa Vista ou no Rio Itapemirim, como tilápia, robalinho, cará e outros com sua canoa. “Pescar também é para as mulheres, estou muito feliz em ter sido aprovada no curso e agora ter minha carteira profissional de pescadora.” Diz orgulhosa a pescadora com sua CIP em mãos.

Segundo o Wellington Paiva, outros pescadores já buscam pela legalização de seus ofícios e que ainda este ano será ofertado nova turma de capacitação. “Importante capacitar nossos pescadores, dar segurança às embarcações. O curso além de profissionalizar tem a função de capacitar o pescador sobre as técnicas de navegação, equipamentos de salvatagem, sobrevivência, navegação noturna dentre outros conhecimentos.” Diz.

O curso é uma parceria da Prefeitura Municipal de Marataízes, Colônia Z-8 e a Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos. Estiveram presentes a solenidade de entrega os oficiais da Capitania dos Portos, Suboficial Bomfim e o Sargento Alexandre, o Superintendente de Gestão Administração, João Antônio Neto, representando o prefeito Tininho Batista, o presidente da Colônia Z-8, Marcoli Marvila, o presidente do conselho fiscal da Colônia Z-8, Wellington Paiva, o vereador de Marataízes, Dirlei Marvila dos Santos (Neinho), os pescadores e familiares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × 1 =