“O tempo não para”, reclama MALABARES, o artista que não acredita no Natal

Por Eliseu Leal Costa

Na Praça Jerônimo Monteiro em Cachoeiro/ES, um artista de rua, tem feito muito sucesso.

 

Seu jeito irreverente, sua alegria, e seu talento, chamam atenção de pessoas e motoristas que atravessam a faixa de pedestres, no sinal de Trânsito, no Centro de Cachoeiro de Itapemirim, em frente aos Correios.

Chamado carinhosamente pelos amigos, de “MALABARES”, esse rapaz, teve uma vida muito difícil em Cariacica/ES, e morando na rua, albergues, com sua esposa, resolveu vir para a Atenas Capixaba, em busca de novas oportunidades.

Sem mencionar os motivos, ele prefere não deixar ser fotografado de frente. Para MALABARES, o Natal é uma “merda”. Sem oportunidades, emprego, e vivendo da misericórdia das pessoas, ele fica no farol, com seu malabarismo, arrecadando moedas, de pessoas, que tem um coração solidário.

Seu sonho, é juntar um dinheiro, e levar a esposa, sua grande companheira, para Campos/RJ

Em um instante ele para e diz, para a nossa reportagem:

“Dias sim, dias não

Eu vou sobrevivendo sem um arranhão

Da caridade de quem me detesta”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 + 3 =